UNITA denuncia retrocesso no pluralismo de informação e acusa órgãos de comunicação social públicos de espalhar ódio e intolerância contra partido e o seu líder Adalberto Costa Júnior.

 UNITA denuncia retrocesso no pluralismo de informação e acusa órgãos de comunicação social públicos de espalhar ódio e intolerância contra partido e o seu líder Adalberto Costa Júnior.

E, a segunda reunião ordinária da Comissão Politica da Região Norte da UNITA, realizada no último fim-de-semana em Malange, condena todo tipo de violência contra cidadãos que se manifestam pelos seus direitos e liberdades.

No capitulo sobre a situação dos direitos humanos em Angola, o comunicado da Comissão Policita da UNITA da região Norte, apresentado a imprensa pelo Vice-Secretário Nacional para a Comunicação e Marketing, Emanuel Bianco, condena ainda a morte de manifestantes, bem como a detenção de Jornalistas destacados na cobertura das manifestações e encoraja, a população, em particular os Jovens, a persistirem na luta pelos seus direitos.

Ainda neste aspecto, a UNITA que incentiva o seu lider partidário a estabelecer pontes de diálogo com diferentes segmentos da sociedade, denuncia o retrocesso do pluralismo de informação ao mesmo tempo que acusa os órgãos de comunicação social públicos de promoverem o ódio e intolerância contra o Partido e o seu Presidente, Adalberto Costa Júnior.

RD: Emanuel Bianco-1.

  No que diz respeito as autarquias, a Comissão Politica da UNITA, exige a realização de um novo registo eleitoral e a concretização das eleições autarquicas em simultaneo em todos os municipios em 2021.

A UNITA voltou a condenar a emissão do bilhete de Identidade de Cidadão Nacional, mediante cartão do registo Eleitoral por considerar uma seria ameaça a segunrança nacional.

RD: Emanuel Bianco-2.

Sobre a situação socioeconómica do país, a reunião da Comissão Politica da UNITA da Região Norte, disse ter constatado com bastente preocupação o agravamento da pobreza das familias e a falência das empresas.

A UNITA entende que, tal situação resulta de politicas publicas desajustada a actual realidade do país, mais complicada ainda com o novo código fiscal imposto pelo Governo.

RD: Emanuel Bianco-3.

Quanto a vida interna do Partido, a Comissão Politica, reafirmou o seu incondicional apoio ao seu lider partidário, Adalberto Costa Júnior, tendo denunciado também as multiplas campanhas feitas pelo MPLA com vista afectar a organização.

RD: Emanuel Bianco-4.

UNITA denuncia retrocesso no pluralismo de informação e acusa órgãos de comunicação social públicos de espalhar ódio e intolerância contra partido e o seu líder Adalberto Costa Júnior.

admin 2

Related post