Presidente da UNITA acusa governo angolano, de insistir em métodos antidemocráticos, em 19 anos de paz.

 Presidente da UNITA acusa governo angolano, de insistir em métodos antidemocráticos, em 19 anos de paz.

O país assinala no próximo domingo, 4 de Abril, 19 anos de paz efectiva, alcançada em 2002, com a assinatura do memorando de entendimento entre o governo e a UNITA.

A propósito, o Presidente da UNITA, Adalberto Costa Júnior, falou à imprensa na tarde desta quinta-feira, sobre a situação socioeconómica e política ao longo dos 19 anos. Para Adalberto Costa Júnior, a situação do país inspira cuidados, que apela ao empenho de quem governa, para que a paz se possa traduzir no bem estar de todos.

RD. Adalberto Costa Júnior

Quanto a situação política do país, o líder da UNITA, diz que o partido no poder continuar a apostar em acções que subversivas à paz e à democracia.

RD Adalberto Costa Júnior

O Presidente da UNITA, Adalberto Costa Júnior, manifestou-se ainda preocupado com a questão da transparência eleitoral e do adiamento, sem data, das primeiras eleições autárquicas no país.

RD. Adalberto Costa Júnior

E o Chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas Angolanas, Egídio de Sousa Santos, considerou nesta quarta-feira, em Luanda, imperativo a preservação da paz e da unidade nacional, com vista a incentivar o investimento privado no país.

Para o general do Exército, que falava na abertura das jornadas patrióticas alusivas ao 4 de Abril, Dia da Paz e da Reconciliação Nacional, incentivar e impulsionar o investimento privado constitui uma mais-valia para o fomento do emprego, sobretudo para a juventude.

Afiançou que o alcance da paz, em 2002, permitiu, entre outros, o desenvolvimento da agricultura e da pecuária, assim como o surgimento de novas indústrias, permitindo maior satisfação das necessidades primárias dos angolanos.

No entanto, a alta patente militar admitiu que os ganhos da paz foram afectados pela crise económica e financeira mundial, iniciada em 2014 com a queda do preço do petróleo no mercado internacional, e pela pandemia da Covid-19.

admin 2

Related post