No Kuanza-sul: Governador Job Capapinha manda encerrar portas da sede do Governo provincial para impedir mandado de busca e apreensões do SIC.

 No Kuanza-sul: Governador Job Capapinha manda encerrar portas da sede do Governo provincial para impedir mandado de busca e apreensões do SIC.

O Governado do Kuanza-sul, Job Castelo Kapapinha, mandou encerrar as portas da sede do Governo provincial para impedir a entrada de efectivos do SIC que cumprem mandado de  revista, busca e apreensão de cartões da rede de supermercados Maxi em posse do Governo Provincial do Cuanza Sul.

A rádio despertar tentou sem sucesso ouvir o Governador provincial, Job Kapapinha. Entretanto, fonte desta rádio confirma que esta manhã a sede do Governo provincial estava cercada de efectivos do SIC o que causou apreensão dos populares.

Esta quarta-feira, uma publicação do portal de noticias “Correio da Kianda”, dava conta de que,  os cartões a apreender pelo SIC, estão em nome do Palácio do Governo Provincial, da Casa Protocolar do Vice-governador para o Sector Técnico e Infra-estruturas, da Vice-governadora para o Sector Político, Económico e Social, do Gabinete do Governador, do secretário geral e em nome do protocolo do Gabinete do Governador.
 
Sem adiantar os motivos, o mandado, que vem assinado pelo magistrado do Ministério Público junto do SIC do Cuanza Sul, António Soares da Cruz, com a data desta quarta-feira, 08, apela às autoridades que auxiliem no cumprimento da apreensão dos cartões.
 
É de recordar que o governador daquela província, Job Capapinha, está a ser alvo da acusação de estar por trás da falsificação de uma dívida pública do governo provincial que dirige, ao Grupo Chicoil Lda, no valor de mais de 16 mil milhões de kwanzas.

Uma comissão da Inspecção-Geral da Administração do Estado encontra-se, neste momento, no Cuanza Sul para avaliar várias denúncias ligadas à irregularidades na actual gestão.

admin 2

Related post