Na Lunda-norte: FAA e PIR acusadas de perseguir cidadãos em suas casas: Números de mortes passam de 15.

 Na Lunda-norte: FAA e  PIR acusadas de perseguir cidadãos  em suas casas: Números de mortes passam de 15.

O Comandante Geral da Polícia Nacional, Paulo de Almeida, chegou, esta manhã, ao município do Cuango, Lunda Norte, para averiguar as circunstâncias da rebelião protagonizada por elementos do auto-denominado “Movimento Protectorado Lunda Tchokwe”.

https://fb.watch/3mfpSHWo_A/

A deslocação do Comandante Geral, que encabeça uma comissão de inquérito, surge na sequência da tentativa de invasão da Esquadra Policial de Cafunfo, que resultou na morte de seis elementos ligados ao auto-denominado movimento e ferimentos de cinco outras, entre os quais dois membros das forças da ordem.

No Cuango, o comandante vai trabalhar com o comando municipal para se inteirar das reais motivações da rebelião e as consequências e/ou danos resultantes de tal acto.

A rebelião aconteceu na madrugada deste sábado, quando os manifestantes desta organização sem estatuto legal, no quadro da legislação em vigor na República de Angola, dirigiram-se às instalações da esquadra policial de Cafunfo, para sua ocupação, com a pretensão de aposição de uma bandeira pertencente ao movimento.

Até ao momento estão já detidos 16 manifestantes, cujos processos crime estão em preparação e serão remetidos ao Ministério Público. Esta não é a primeira vez que o auto-denominado “Movimento Protectorado Lunda Tchokwe” pratica actos do género com recurso a armas de fogo.

admin 2

Related post