Movimento dos Estudantes Angolanos ameaça marcha contra Ministério da Educação devido ao abandono das Escolas em tempo de pandemia.

 Movimento dos Estudantes Angolanos ameaça  marcha contra Ministério da Educação devido ao abandono das Escolas em tempo de pandemia.

O Movimento dos Estudantes Angolanos, denuncia o total abandonado das Escolas Públicas pelo Estado em tempo de pandemia da Covid-19.

Francisco Teixeira, Presidente do Movimento dos Estudantes Angolanos que nesta segunda-feira, realizou visita de constatação a algumas escolas de Luanda, disse que passados quatro meses do reinicio das aulas, muitas Escolas Públicas continuam sem as minimas condições de biossegurança,situação que constitui uma ameaça a saúde dos alunos.

O líder do MEA que acusa as autoridades de desinteresse total com o ensino público, promete uma acção criminal  contra o Ministério das Telecomunicações, Tecnologias e Comuiniocação Social, por alegadamente substituir na recém inaugurada Escola “Angola e Cuba” mais de quarenta computadores novos por outros reciclados.

Francisco Teixeira, realça que contrariamente as imagens exibidas na televisão durante o acto de ianuguração da referida Escola, o cenário hoje é de completa vergonha.

RD: Francisco Teixeira-1.

 O responsável do Movimento dos Estudantes Angolanos, diz que a realidade sobre o mau estado das Escolas vai além da provincia de Luanda e anuncia para dentro de dias, a realização de uma marcha contra o Ministério da Educação.

RD: Francisco Teixeira-2.

Movimento dos Estudantes Angolanos promete marcha contra ministério da Educação devido ao abandono das Escolas em tempo de pandemia.

admin 2

Related post