Ministério da Saúde pondera adiamento do reinicio das aulas devido a evolução progressiva da Covid-19.

 Ministério da Saúde pondera adiamento do reinicio das aulas devido a evolução progressiva da Covid-19.

A ministra da saúde, Silvia Lutuicuta, admitiu neste domingo a possibilidade de retardar o reinicio das aulas devido a evolução progressiva da Covid-19 no país. O Decreto Presidencial sobre a Situação de Calamidade Pública, em vigor desde 26 de Maio, estima que as aulas retomem em três etapas distintas, a partir de 13 de Julho, com os estudantes universitários e os do II ciclo do ensino secundário (da 10ª à 12ª classes). Entretanto, ontem em conferencia de imprensa de actualização a situaçãoi epidemilogica da Covid, a ministra Silvia Lutucuta disse que, por causa do aumento de casos positivos da doença, as autoridades estão a pensar em recuar nalgumas medidas de confinamento que podem impedir o recomeço das aulas no decurso deste mês.
RD: Silvia Lutucuta-1.
A ministra avançou que, em função do incumprimento no acatamento das medidas de segurança por parte de muitos cidadãos, as autoridades vão ainda esta semana anunciar novas regras de confinamento social como forma de conter a circulação do virus mortal.
RD: Silvia Lutucuta-2.
Quanto a evolução epidemoliogica nas ultimas 24 horas, a ministra da saúde, Silvia Lutucuta, confirmou o diagnostico positivo de sete novos casos, elevando para 353 o número de pessoas infectadas pela doença.
RD: Silvia Lutucuta-3.
Ministério da Saúde admit epossibilidade de recuar nalgumas medidas de confinamento obrigatóruio para evitar a propagação da Covid. O país tem agora 353 casos positivos da doença com 17 óbitos.

admin 2

Related post