Em Cafunfo: Continua “caça ao homem” aos membros do auto-proclamado Movimento Protectorado Lunda-Tchokwé.

 Em Cafunfo: Continua “caça ao homem” aos membros do auto-proclamado Movimento Protectorado Lunda-Tchokwé.

Em Cafunfo: Continua a perseguição dos membros afectos ao auto-proclamado Movimento Protectorado Lunda-Tchokwé, depois do massacre ocorrido no dia 30 de Janeiro último.

A denuncia é avançada a esta rádio pelo secretário para os direitos humanos da referida organização, Fiel Muaco, para quem os órgãos de defesa e segurança intensificaram nos últimos dias a “caça ao homem”, facto que tem obrigado a pessoas a se refugiarem novamente nas matas para escaparem de sequestro às noites.

Fiel Muaco disse que teve que sair de Cafunfo, pois há um mandado de captura das autoridades da província da Lunda-Norte contra si.

RD: Fiel Muaco

 Em Cafunfo: Continua a perseguição dos membros afectos ao auto-proclamado Movimento Protectorado Lunda-Tchokwé, depois do massacre ocorrido no dia 30 de Janeiro último.

admin 2

Related post